Gastroclin
   

O Que é Obstipação?

A obstipação ou constipação intestinal, habitualmente designada por “prisão de ventre”, é uma queixa muito vulgar, que pode causar grande mal-estar e levar as pessoas a procurarem ajuda de um médico. Na maior parte dos indivíduos saudáveis a freqüência das evacuações é inferior a três vezes por dia e superior a três vezes por semana, mas não há um padrão de funcionamento intestinal igual para toda a gente.

Como se define?
Habitualmente, considera-se obstipação se há dificuldade persistente em evacuar, se a evacuação obriga a grande esforço, se é necessário recorrer a manobras digitais para ajudar a saída das fezes, ou se há duas ou menos evacuações por semana (ou se houve uma redução recente do número de evacuações habitual). Nestes casos observa-se, muitas vezes, a emissão de fezes duras e fragmentadas, sensação persistente de mal-estar e desconforto no abdome e verifica-se, freqüentemente, necessidade de recorrer a medicamentos ou clisteres para ajudar a evacuação.

Quais as causas?
As fezes são constituídas pela parte dos alimentos não assimilada, principalmente compostas por fibras. Estas têm a capacidade de absorver água existente no intestino, contribuindo assim para que as fezes sejam mais volumosas e, simultaneamente, mais moles, e como tal, mais fáceis de expulsar. O tempo que as fezes permanecem no intestino determina o teor de água que as compõem. Qualquer situação que leve a uma maior lentidão no funcionamento intestinal torna as fezes mais duras e menos volumosas, provocando obstipação.
O aparecimento da obstipação pode dever-se a doenças que afetam, secundariamente, o intestino, como, por exemplo:
Doenças neurológicas: esclerose múltipla, doença de Parkinson, lesões da medula.
Doenças metabólicas: diabetes, hipotiroidismo, insuficiência renal.
A obstipação pode, também, ser causada por doenças próprias do intestino ou do ânus, como é o caso de inflamação, zonas de estenose (aperto) no intestino, tumores, fissura anal, e outras. Pode, ainda, ser provocada ou agravada por diversos medicamentos.
Todavia, freqüentemente, não se encontra nenhuma destas causas, estando, então, a obstipação relacionada com um funcionamento lento do intestino (sem causa identificável), ou com um intestino que funciona bem, mas que tem dificuldade em desencadear a saída das fezes, as quais se acumulam na zona terminal do intestino.

Como se avalia e trata?
Uma avaliação detalhada das queixas e um exame médico completo podem fornecer dados importantes para esclarecer a situação. Um exame ano-retal (exame proctológico) é rápido e praticamente indolor, pelo que não deve ser recusado.
Podem ser necessárias análises ao sangue ou ainda outros exames: clister opaco, colonoscopia e, em casos selecionados, medições do tempo de trânsito cólico, defecografia ou manometria ano-rectal.

Atitudes terapêuticas
1. A primeira atitude consiste em disciplinar a dieta, ingerindo alimentos com fibra e assegurando uma ingestão suficiente de líquidos. Note que pode ser necessário algum tempo para estas medidas fazerem efeito. Também, a atividade física regular (marcha, ginástica, natação) pode ser uma ajuda preciosa.
2. Deverá contactar com o seu médico:
• Para avaliar se os medicamentos que toma agravam a obstipação.
• Se tiver perdas de sangue pelo intestino ou se surgir anemia.
• Se estiver perdendo peso.
• Se a obstipação apareceu recentemente ou se agravou sem causa aparente.
3. Em situações mais arrastadas pode ser necessário recorrer a laxantes, mas só o seu médico sabe qual o laxante mais indicado e quando o deve tomar. Como qualquer outro medicamento, os laxantes também têm efeitos secundários.
4. Em casos muito especiais, pode estar indicada intervenção cirúrgica.

Alimentos ricos em fibra
Cereais: farelo, flocos, pão e bolachas integrais.
Fruta: ameixa, pêssego, frutos de polpa, frutos tropicais.
Vegetais: couve, feijão, grão, ervilha, fava, salada.
A ingestão destes alimentos deve ser feita de forma gradual para evitar aumento do meteorismo (gás no abdome).

Fonte: SOCIEDADE PORTUGUESA DE GASTRENTEROLOGIA

 

   
 
Site por ATO | interativo agência web